Açõestópicos recentes

Projetos, oficinas, gincanas, caminhadas ecológicas, palestras, imagens, documentários...

Ecoturismo de Montanhas

Posted at 14 de fevereiro de 2019 | By : | Categories : Ações,tópicos recentes | 2 Comments

Em comemoração ao décimo aniversário da ONG IRIS, estamos preparando uma série de passeios vislumbrantes em belíssimas paisagens de nossa região.

Caminhadas Ecológicas, trilhas, cachoeiras, grutas, montanhas, cânios… O projeto Ecoturismo de Montanhas levará você a diversos cartões postais de Minas Gerais. As belas paisagens farão deste projeto um hábito divertido em harmonia com a Natureza!

Embarque nessa viagem, nosso próximo destino será…

Ouro Preto – MG…

(Parque Municipal das Andorinhas e Parque Estadual do Itacolomi)

Em breve maiores informações…

O Pico do Itacolomi está situado a 1772 metros de altitude está inserido na serra do Espinhaço, dentro do Parque Estadual do Itacolomi.

O Parque Estadual do Itacolomi é uma unidade de conservação com espaços territoriais – 7 543 hectares – com características naturais relevantes e com limites e objetivos de conservação definidos. O parque está situado nos municípios de Ouro Preto e Mariana e sua administração é de responsabilidade do Instituto Estadual de Florestas.

A vegetação predominante do parque é de Mata Atlântica e de campos de altitude, com destaque para os afloramentos rochosos e platôs com declives. No parque, existe a orquídea Habenaria itacolumia, espécie endêmica da região e que, até pouco tempo, havia sido dada como desaparecida, além das quaresmeiras e candeias ao longo dos rios e córregos.

Diversas espécies de animais silvestres, alguns ameaçados de extinção, como o lobo-guará, a ave-pavó, a onça-parda e o andorinhão-de-coleira (ave migratória) podem ser encontrados. Também podem ser vistas espécies de macacos, micos, tatus, pacas, capivaras e gatos-mouriscos. Levantamentos identificaram mais de duzentas espécies de aves, como jacus, seriemas e beija-flores.

Existem vários rios que nascem no parque, escondidos nas matas, desaguando, na sua maioria, no Rio Gualaxo do Sul, afluente da bacia do rio Doce.

Nas partes mais elevadas, aparecem os campos de altitude com afloramentos rochosos, onde se veem as gramíneas, canelas-de-emas, sempre-vivas e ciperáceas que cobrem os campos de altitude, além de diversas espécies de orquídeas. Após uma caminhada de aproximadamente oito quilômetros e duas horas de duração, chega-se à base do pico. A trilha é de nível médio, pela extensão e tem subidas íngremes. No entorno do pico do Itacolomi, se veem nascentes de água, fendas e pequenas grutas, porém o acesso ao local é dificultado por falta de trilhas demarcadas e pela grande quantidade de pedras.

___________________________________________________________________________

Veja como foi nossos Últimos Passeios:

Parque Estadual do Ibitipoca

No dia 23 de Março de 2019, a ONG IRIS, através do projeto Ecoturismo de Montanhas, visitou o magnífico Parque Estadual do Ibitipoca. Conheça mais o parque e veja imagens de nosso passeio. Lembrando, o Projeto Ecoturismo de Montanhas foi idealizado como forma de comemoração dos 10 anos da ONG IRIS.

O Parque Estadual do Ibitipoca

O Parque Estadual do Ibitipoca é um parque florestal localizado entre os municípios de Lima Duarte e Conceição do Ibitipoca, no estado de Minas Gerais. Com uma área de 1 488 hectares, o parque é administrado pelo Instituto Estadual de Florestas de Minas Gerais e possui o turismo como sua principal atividade de subsistência.Suas principais atrações são as grutas, montanhas e cachoeiras. O ponto mais alto do parque é conhecido como Pico da Lombada e está a pouco mais de 1 800 m em relação ao nível do mar. Alguns pontos turísticos do parque: Janela do Céu, Cachoeirinha, Pico do Pião, Cruzeiro, Lago dos Espelhos, Cachoeira dos Macacos, Cachoeira da Pedra Quadrada. O passeio no parque é caracterizado por longas caminhadas – o passeio de ida e volta até a Janela do Céu, por exemplo, totaliza cerca de 18 km. A Cachoeirinha fica a sete km da recepção do Parque. O Pico da Lombada tem uma característica interessante: dele, consegue-se ter visão para o horizonte de 360 graus. Em qualquer direção que se olhe, será visualizado o horizonte, pois nenhuma montanha ao redor faz barreira à visão.

 

Santuário do Caraça

No dia 29 de junho de 2019, a ONG IRIS, através do projeto Ecoturismo de Montanhas, visitou o Santuário do Caraça, localizado nos municípios de Catas Altas e Santa Bárbara – MG. O local é uma Reserva Particular do Patrimônio Natural – RPPN e possui, aproximadamente, 11 hectares de área preservada.
Veja como foi nosso passeio e fique por dentro dos próximos destinos.
Lembrando, o Projeto Ecoturismo de Montanhas foi idealizado como forma de comemoração dos 10 anos da ONG IRIS.

O Santuário do Caraça

Situada na Serra do Caraça, a RPPN abriga um rico ecossistema e tem sido um ótimo destino para quem gosta de boas práticas naturais. Dentro da reserva existem diversas trilhas bem sinalizadas e de fácil acesso, ideal para todas as idades.

A serra do Caraça é um trecho da serra do Espinhaço localizado nos municípios de Catas Altas e Santa Bárbara, sendo o Santuário do Caraça patrimônio de Catas Altas, no estado de Minas Gerais, Brasil. Também dá nome ao antigo Colégio Caraça, onde importantes personalidades da história brasileira estudaram. Hoje, o ainda conhecido por Parque Natural do Caraça ou Complexo Santuário do Caraça é uma Reserva Particular do Patrimônio Natural (RPPN), que abrange toda a região.

O nome oficial do complexo é o Santuário de Nossa Senhora Mãe dos Homens, mas o Caraça tem esse apelido devido à forma que tem parte da serra, que lembra o rosto de um gigante deitado. A serra forma imenso anfiteatro alongado, com os três picos do morro da Trindade, o da Conceição; ao sul, as serras da Olaria e da Canjerana, a Serra do Inficionado, o morro do Sol, a serra do Carapuça. Anfiteatro de quatro quilômetros de largura, terreno em leves ondulações florestadas. As águas da bacia descem em belas cascatas das montanhas, como Cascatinha, Cascatona e Bocaina. Tais cascatas se abastecem dos ribeirão do Caraça, águas intensamente ferruginosas. No Caraça há dois lagos, o Tanque Grande, rodeado de bosques, e o Tanque São Luís.

a Igreja Nossa Senhora Mãe dos Homens, construída entre 1876 e 1883. Foi a primeira igreja do Brasil em estilo neogótico. Possui uma torre de 48 metros de altura e uma pintura da Santa Ceia pintada pelo Mestre Ataíde em 1828.O altar possui uma imagem barroca de Nossa Senhora Mãe dos Homens talhada na madeira em peça única, com roupas pintadas a ouro, vinda de Portugal em 1784. O Santuário, que já foi visitado pelos presidentes da República Afonso Pena e Artur Bernardes é tombado pelo IPHAN.

Ouro Preto – MG

Comment

  • Luciene

    25 de março de 2019 at 20:40

    Boa noite! Como funciona esses passeios de ecoturismo?

    • Emerson Gonzaga

      2 de abril de 2019 at 13:29

      Oie, Luciene!
      Boa tarde!
      O IRIS está propondo uma série de passeios neste ano. Em comemoração aos 10 anos de nossa ONG.
      Se quiser ficar por dentro de nossas viagens, por favor, me chame no zap: 32 999745323 – Emerson!
      Adicionaremos vc no grupo de viagem!
      Forte abraço!

Comentário fechado para esta postagem.